Morreu Saramago! Para ser sincero nunca li um livro dele. No décimo segundo ano o Memorial do Convento era leitura obrigatória, no entanto, nunca gostei de ler fosse o que fosse obrigado, não o li, quer dizer, dei uma vista de olhos pelo resumo. Ainda assim, com o que se deu nas aulas pude perceber que o homem era um génio. Tinha sentido de humor o gajo, passava a mensagem que queria, mesmo que controversa, camufladamente, de forma sublime, sem grandes alaridos.
Quanto ao Saramago homem, não o escritor, tinha o seu quê de exibicionismo. Nunca gostei do Saramago homem, e como eu, muitos outros, mas afinal, quem sou eu para questionar Saramago? Que seja recordado!

Sem comentários:

Enviar um comentário