Porque é Natal


O meu menino aí em casa também tem vibrado, tal como eu, com a parafernália de anúncios de brinquedos, respectivos acessórios, demais consumíveis e lambetas propícias a diabetes? Eu pelo menos tenho curtido bués! Todas aquelas músicas de fácil entrada no ouvido, as cores, as vozes agudas dos catraios! Sei lá, toca cá dentro, sinto-me nostálgico e com vontade até de enfeitar toda a casa em tons de verde, vermelho e dourado com luzinhas pisca-pisca que dão também aquela música foleira natalícia a oito bits.
Agora que já expus a minha intimidade e segredos obscuros, alguém me sabe dizer que idade tem nos dias que correm a senhora da publicidade da Ferrero Roche e há quantos anos morreu o seu compicha mordomo?

Sem comentários:

Enviar um comentário