Resultados e Classificações

Isto hoje não para.

Como nós gostamos de vos manter informados no que toca a classificações e resultados, gostaríamos de informar que o Presidente da república chegou-se ainda mais à frente na luta pelo título "Eu sou o mais esperto desta aldeia... perdão, país." Apesar do nome difícil de memorizar, os dois participantes estão dispostos a tudo para conquistar este título, e desta vez Cavaco Silva levou a melhor sobre José Sócrates, aumentando a vantagem para 4-2. Contudo, ainda há 2 meses para Sócrates provar o que vale, e já está a preparar algo para emendar o erro do estatuto dos Açores. Esperam-se mexidas no esquema táctico.

Ajuda à Produção: Rui Santos

Já era tempo de abrirmos os olhos...

Depois de tanto tempo ausente, para vosso gládio, chega a altura de voltar a escrever qualquer coisa no blog. Não é que seja algo relevante, aliás, este blog não tem nada que o seja, é apenas uma reflexão da minha opinião pessoal (parecia um daqueles doutores que aparecem a falar na televisão ou nem por isso?).
Continuando, que se faz tarde, este nosso planeta, e consequentemente este nosso país, andam de "patas para o ar", seja pela agravada situação económica que se faz sentir, seja por todas as contrapartidas que dela advêm, seja pelo pânico que a gripe A está a começar a espalhar... O que é certo é que estamos mal. Fazemos algo para isso mudar? Não. Porquê? Porque estamos à espera que alguém faça por nós, que alguém nos venha salvar. Se isto é assim por todo o mundo, o que é em Portugal? Muito pior, respondo eu. Temos o velho defeito de nos sentarmos à sombra da bananeira a esperar que a banana caía. Gostamos de reclamar sem ter soluções. Será isto a forma correcta de lidar com estes problemas? Não. Se reclamamos, devíamos ter propostas e explicar porque os outros falharam. Mas é mais fácil reclamar do que pensar em alternativas. E assim continuaremos, não tenho dúvidas disso.

O governo fala em congelar alguns ordenados da função pública, a mim não me espanta, o estado não deve ser visto como uma entidade empregadora, mas sim uma entidade que apoia as entidades empregadoras. O nosso problema é que metade da população activa trabalha para o estado. Ou seja, há demasiados trabalhadores, excessivos, e como despedir alguns tira votos e provoca sentimentos de revolução comunista, mais vale congelar salários. Mas lá está, não seria mais fácil as pessoas perceberem que a função pública funciona mal? Eu tenho um primo que é mais rápido que a velocidade da luz... Trabalha na Câmara, sai às 5, mas às 4 já está em casa. Foi seca, mas não passa de uma tentativa de explicar que assim não pode ser. Gostava de um dia ver alguém no governo que tivesse a coragem de equilibrar a função pública, e com o dinheiro que daí sobrasse, ajudar as pequenas e médias empresas. Essas sim, devem ser encaradas como entidades empregadoras. Mas as pessoas preferem continuar com utopias que não nos levam a lado nenhum. Deixemos partidarismos, parece um campeonato entre clubes de futebol, e comecemos a olhar para as pessoas e a politicar como deve ser... Sem partidos à mistura. Será mais fácil arranjar soluções. Vamos olhar para nós e ver que somos nós que estamos mal, a culpa não pode ser só do governo que é composto por 0.001% da população, tem de ser nossa também, e isso não se vai alterar por mais partidos que lá estejam. Para mim, e olhando a partidos, algo que não gosto de fazer, isto só mudaria se o PCP ou o PNR chegassem ao poder... E não era para melhor, era para muito muito pior.


Tomemos consciência do que se passa e do que se pode vir a passar. Bora acordar Portugal?


(Uma pequena nota: Percebi finalmente porque gosto tanto do verão... É quando a Manuela Moura Guedes está 3 meses sem dizer asneiras em público)

Português que é português, chateia um espanhol pelo menos uma vez (VIII)


Desta vez publico a rubrica a tempo e horas, o texto é integralmente copiado de um outro blog, daqueles fora de prazo que não tem nada de novo, caminha para quatro anos. Não ponho créditos porque de onde fui copiar isto já tinha sido copiado também, um ciclo quase sem fim, portanto isto é como se fosse domínio público. Pois bem, cá vai:



21 razões para odiar os espanhóis



  1. A mania que eles têm de nos invadir de 200 em 200 anos só para levar nos cornos. Será masoquismo?!

  2. Tratado de Tordesilhas, em que eles ficaram com o ouro e prata e nós com as mulatas e as caipirinhas... Pensando bem, o negócio até nem foi muito mau para nós porque, entretanto, o ouro e a prata acabaram-se.

  3. As sevilhanas: que raio de gente com auto-estima se veste com vestidos às bolinhas, tipo joaninha, e saltita enquanto um parolo de cabelo oleoso geme como quem está com uma crise de hemorróidas?

  4. Castilla la Macha, Estremadura e Andaluzia: todos eles desertos áridos e monótonos, mas sem camelos nem tipos de turbante para tirar fotos com os turistas.

  5. O antigo costume espanhol de reclamar para si terras às quais não têm direito, como Gilbraltar, Ceuta, Olivença (que é nossa!) e as Canárias.

  6. Enrique Iglesias e a sua magnífica verruga na tromba.

  7. A língua castelhana: esse prodígio da linguagem, em que seres humanos são capazes de emitir ruídos, imitando perfeitamente o som de um cão a roer um osso.

  8. Filipe I

  9. Filipe II

  10. Filipe III

  11. Os Seat, os piores automóveis que existem a oeste de Varsóvia. Boca chauvinista para treinar à frente do espelho: «Eu esborracho o teu Seat Marbella com o meu pujante UMM!».

  12. A Guardia Civil e a sua mania de arrear porrada em políticos portugueses na fronteira: mesmo que eles estivessem a pedi-las, nos nosso políticos somos nós quem "molha a sopa".

  13. Badajoz, a segunda cidade mais feia do mundo, a seguir a Ayamonte.

  14. Os nomes que ostentam: quer queiram, quer não, Pilar é nome de uma viga de betão e Mercedes é tudo menos nome de mulher!

  15. A mania que têm de se afirmarem como uma nação unida quando três quintos da população têm um ódio de morte a Espanha.

  16. El Córte Inglés... Até eles tiveram vergonha da sua criação, pelo que não lhe chamaram "El Córte Español", optando por atirar as culpas a outro povo, totalmente inocente.

  17. Café espanhol: uma zurrapa intragável e, além disso, para se conseguir uma bica em Espanha, o cliente tem que especificar expressamente que a quer sin leche. À cautela, convirá também pedir sem Sonasol, sem gelo, sem pêlos do peito do empregado...

  18. A riquíssima culinária espanhola: paelha de carne, paelha de peixe, paelha de gambas... Claro que galegos, bascos e catalães têm uma culinária riquíssima, mas esses não são espanhóis (ver ponto 15).

  19. O hábito cínico de nos tratarem por nuestros hermanos. Aí o português deve, com ênfase, esclarecer: «Xô, bastardo! Vai para a puta que te pariu».

  20. A televisão espanhola: 100% parola, e onde é considerado top de audiências um concurso em que a corrente, chamada Mercedes (vrumm! vrumm!), tem que dançar sevilhanas (arrghh!) com o Enrique Iglesias (vómitos!) para ganhar um Seat (keep it!) ou um T2 em Ayamonte (nãaaaaaaaao!).

  21. Já imaginando a contra-argumentação que alguns tentarão contra esta minha lista, devo lembrar que os filmes do Canal 18 NÃO são feitos em Espanha, nem por espanhóis. Vejam o genérico. São americanos e dobrados em espanhol, porque os espanhóis ficariam logo murchos se ouvissem as senhoras a gemer noutra língua que não a sua. Aliás, os espanhóis nunca foram muito dotados: sabiam que a DUREX comercializa em Portugal preservativos com uma média de 1 cm mais compridos do que aqueles que comercializa em Espanha?!

Mais um para a UE



Isto da crise tem destas coisas, a Islândia, país nórdico, aquela ilha solitária que ainda aparece nos mapas europeus, mesmo no canto superior esquerdo, conhecido pela cantora Björk e pela banda Sigur Rós, por vir sempre no topo, pela positiva, daqueles estudos que se fazem em relação a igualdades, disparidades, riqueza e homossexualidade assumida da sua primeira-ministra, formalizou agora a candidatura à União Europeia. Isto porquê? A Islândia sempre se opôs, que perdiam soberania, entre outras coisas. Bem, isto acontece porque eles estão à rasca, o ano passado estiveram à beira da falência, a coroa islandesa desvalorizou escandalosamente... foi um ano mau para os islandeses. Para sair do buraco uma das soluções seria a adopção do euro, moeda forte e estável, mas a União respondeu com um categórico não, o euro é para os países membros (se calhar não foi bem assim, mas foi algo do género) e então acabaram por pedir a adesão. Provavelmente o processo vai ser rápido, visto que a Islândia já tem muita da legislação europeia em uso, devido ao espaço Schengen, para além de dinheiro não lhes faltar, mesmo com crises incluidas.

Paralelismo


Deram-me um doce e eu não aceitei, isso faz de mim um ingrato?

Português que é português, chateia um espanhol pelo menos uma vez (VII)


Sexta-feira não tive paciência para internets, ontem não tive acesso ao computador, portanto, esta semana domingo é o dia de rubrica:



Espanhóis! Raio de vizinhos o D. Afonso Henriques foi arranjar; escolheu mal o canteiro.

PS: O gajo que anda para aí a postar links para os jogos do Benfica devia ser preso, para alem de ser ilegal, o pessoal que vem visitar aqui o sítio é todo sportinguista confesso!

Torneio do Guadiana

Benfica-Olhanense

Online em directo aqui!

Só me veem duas palavras à cabeça: METEM NOJO!

Então não é que agora os homossexuais portugueses, do sexo masculino, estão proibidos de doar sangue? Esta política foi assumida em documento, enviado à presidência do Conselho de Ministros pelo Ministério da Saúde, que alega a necessidade de eliminar dadores com comportamentos de risco. O presidente do Instituto Português de Sangue, Gabriel Olim, argumenta que “ser homossexual é um comportamento de risco” e que a decisão tomada não se trata de uma atitude de discriminação relativamente às orientações sexuais. Então trata-se do quê? Sinceramente, para além de discriminação e preconceito, não consigo ver outras atitudes que expliquem isto. Mais tarde, a resposta do Ministério da Saúde deixou João Semedo, deputado do Bloco de Esquerda, espantado e indignado (não era para menos), acrescentando que se trata de uma situação “inadmissível”. E com razão! Então, agora lá por uma pessoa ser heterossexual não tem SIDA, ou outra doença sexualmente transmissível? Vamos lá a ver, qualquer pessoa, seja qual for a sua orientação sexual, pode tomar comportamentos de risco. Exemplo simples: se em África estão todos contaminados, são todos homossexuais, queres ver?! Para além de que quem queira ser dador de sangue, antes disso ainda tem de se submeter a análises ao sangue. Outra… conforme esta nova política, apenas homossexuais do sexo masculino não podem dar sangue. Então e as lésbicas? Essas já podem? Porquê a distinção entre sexos? Gostava mesmo de saber. Se calhar é por as mulheres serem mais cuidadosas e não assumirem comportamentos de risco. Por favor. Acordem p’ra vida! Resumindo, deixem-se se de tretas e foquem-se no que é importante. Este assunto nunca devia ter sido posto em causa.

La Roux

La Rouxé um duo inglês de synthpop, formado pela cantora e compositora Elly Jackson e o co-escritor e co-produtor Ben Langmaid. As suas maiores influências vêem da música pop dos anos 80: como David Bowie ou Depeche Mode. A rapariga tem estilo, tem voz e muito talento. O álbum foi lançado em Fevereiro, mas só agora tive conhecimento desta proeza. Espero que depois deste álbum, venham muito mais. Apesar de não ser uma obra de génio, tem músicas muito divertidas e a sonoridade é bastante descontraída que dão vontade de levantar do sofá e dançar ou saltar, como preferirem, (a mim dá-me para isto): os singles lançados são Quicksand, In for the kill, o qual já tem passado nas rádios, Bulletproof (gosto muito). Fica aqui então, o útimo single desta dupla. Desfrutem.

Isto ao som da música da Gaivota


Ando muito contente com a nossa liberdade!
O João da Madeira quer ilegalizar o comunismo, um quarto dos portugueses é pró pena de morte, enfim! Quanto à primeira, eu propunha exactamente o contrário, legalizar o fascismo, porque é que ideologias são ilegais? No tempo da velha senhora, quando governava um fascista, também era assim, tinha-se que pensar de determinada forma. É verdade que ambos, comunismo e fascismo são hediondos, ambos autoritários; O de esquerda prega igualdade, mas não gostava de viver numa Cuba, Coreia do Norte ou China, aliás, é de perguntar aos antigos camponeses da URSS se o martelo e a foice eram porreiros... isto sem contar com os milhões de mortes pelo qual é responsável! O de direita não fica atrás, aliás, na minha triste opinião até ultrapassa o congénere, é de lembrar que foi esta a doutrina responsável por matar judeus em série assim como quem cultiva batatas. Em suma: Fascismo é errado? É! Comunismo é errado? É! Devem-se ilegalizar? Não bolas! A democracia é assim, as pessoas votam com o que se identificam, felizmente a grande maioria tem tino, mas os que não o têm, também possuem direito ao voto, não é? A liberdade deve ser livre, portanto, restrições só se devem aplicar quando estas afectam a liberdade dos demais, é nisto, na legalização das drogas leves, nas eutanásias, nos casamentos homossexuais, liberdades de culto: livre arbítrio!
Continuando, como já disse, um quarto dos portugueses é a favor da pena de morte. Andamos a brincar aos Deuses? Qual é a autoridade que o estado tem para matar seja quem for, visto que a probabilidade de quem venha a ler isto ser a favor de tornar a morte num castigo é de 25%, querem transformar Portugal na palhaçada dos Estados Unidos? Além do mais, tal medida traria bónus, morte de inocentes, por exemplo. A despenalização da pena capital devia ser um orgulho para todos os portugueses, até porque fomos pioneiros na área, faz-me sentir que tenho as mãos limpas.

Benfica- Atlético de Bilbau (torneio do guadiana)


Sem possibilidades de pagar 25€\mês para ver desporto, então clique no link acima e veja em directo o primeiro jogo do torneio Guadiana.
Aqui ninguém quer que a SPORTTV tenha prejuízo, só queremos é que qualquer um possa ver desporto seja rico ou pobre, e infelizmente nem toda a gente tem posses para pagar 25€ por mês pela SportTV.

Nerd news


Apesar de a Microsoft se declarar despreocupada com a concorrencial, fazendo pouco dela, rebaixando-a, etc, etc, tem umas campanhas de marketing engraçadas:
Portanto, a Apple tem uma cadeias de lojas, stores, como lhes chamam nos states, muito bem sucedida, o Jobs percebe disso de vender coisas sobrevalorizadas à fartazana, e a Microsoft vai fazer uma cadeia igual à da congénere. Nada de especial, é verdade, até porque nisto da informática a cópia é omnipresente, mas a empresa do Windows vai mais longe, cria uma cadeia de retalho como a da concorrência, e abre as lojas precisamente ao lado das da concorrência! Segundo Kevin Turner, director de operações da Microsoft, citado pela Reuters, "Vamos ter algumas lojas abertas ao lado das portas das Apple Store". Acho bem, isto para cá também devia ser assim que é por causa de se poder ver logo tudo o mercado tem para oferecer, e só se em que dar dois ou três passos de um lado para o outro. Ver se a IKEA não se lembra de abrir um supermercado ao lado de cada Moviflor!

via pplware.com

Jerónimo no desemprego, sem direito a indemnização...



O nosso amigo Alberto João Jardim quer proibir o comunismo, pois considera que a democracia não deve tolerar ideais totalitários como o fascismo, de direita, bem como os de esquerda, comunismo. A ideia deixa-me um pouco dividido. Primeiro porque os comunistas lutaram intensamente contra o regime de Salazar, e segundo, porque muitos dos portugueses que se dizem comunistas, é simplesmente porque não sabem realmente o que é o comunismo. Contudo, sou obrigado a recordar-me do que é o comunismo, e de todas as atrocidades que já foram cometidas em nome de tal ideologia. Basta reparar que qualquer país com regime comunista, é uma ditadura! Temos o caso da Coreia do Norte. Realmente o povo é todo igual... Comem todos raízes, e o chefe de estado brinca às bombas. E a verdade é que o comunismo é não mais que uma utopia, impossível de colocar em prática. Mas se é para proibir o comunismo, que se proíba também a extrema-direita, o PNR faz cá menos falta que o PCP. Ainda por cima o Jerónimo ia para o desemprego sem direito a indemnização, pois controla muitos sindicatos, mas não há nenhum que o "controle" a ele...

(Gostava, contudo, que todas as pessoas que se dizem comunistas, se preocupassem em saber o que é afinal o comunismo, e depois veríamos quantas continuariam a dizer: "Eu sou comunista". E já agora, quem não concorda que o PCP é o partido do "diz mal" e das "manifestações"? Por isso deixem no lá estar, nós queremos é greves e festas do Avante!)

Mudar? Só se for para pior...

Supostamente qualquer país que se prese devia progredir, tanto socialmente como economicamente. No entanto, em Portugal, os Municípios muitas vezes impedem a progressão das suas freguesias. Eu que o diga, residente no concelho de Beja, mais precisamente em Albernoa, vejo que é impossível algo avançar por estes lados, quando os "chamados" vereadores negam a construção de um farmácia, porque não passa de uma aldeia, logo e pela lógica não temos direito a comprar medicamentos, pois estaríamos a desobedecer ao património rural, bomba de gasolina essa também já foi negada, pelos vistos pelos "meios rurais" (com cerca de 1000 habitantes) não se deve usar carros, ou então não "bebem" gasolina, devem pensar que andamos de carroça. Os senhores que aprovem a construção de um terminal de burros então. Rede de telemóvel aqui também é mentira, pode estragar a paisagem rural, as antenas. Caixa multibanco aqui também não, parece que pensam que ainda usamos o sistema de troca, e que não sabemos o que é um cartão de débito ou de crédito. Com isto tudo viva a pasmaceira, não por culpa nossa, mas dos senhores engenheiros, que acham que uma farmácia não é para bem da povoação. Por isso tenho pena de a minha freguesia não pertencer ao outro concelho mais próximo, aí as coisas são um pouco diferentes, assim, terei que "gramar" este presidente de Câmara mais uns meses.

(PS- Internet tivemos que fazer um abaixo-assinado, senão não estaria aqui a parvejar)
(PS2- Senhor Sócrates, aqui também é difícil usar painéis solares, estragam o "layout" do nosso meio rural)

Mais um, menos 168...

Mais um acidente aéreo, desta feita um avião incendiou-se em pleno voo sobre o Irão, levando à morte de 168 pessoas. E não, não foi desta que o Sócrates ia lá dentro, contudo, e pelo andar da carruagem, ou melhor da queda de aviões, não deve faltar muito para que tal aconteça. Já deu para perceber que 2009 é um mau ano para viajar de avião, portanto quem tem férias marcadas para o estrangeiro, é melhor desmarcar, porque senão for da queda, é da gripe... Opte antes pela magnífica praia da Messejana. Fica o vídeo.

Jogos da Lusofonia


Estamos neste momento em plena Silly Season, ou seja, não há nada que valha a pena escrever sobre, porém, andam para aí agora uns tais de Jogos da Lusofonia, aliás, não fosse o bacano brasileiro do ping-pong ter apanhado gripe das aves, e ninguém dava conta, mas adiante. Volta e meia passa na RTP (1, 2, África e as outras RTPs todas, penso) algumas das provas desta competição, futsal e futebol são os favoritos, ao que parece, e eu, a assistir a tal transmissão fiquei naquela: pãozinho sem sal estas olímpiadas!
Ora vejamos, estes jogos lusófonos parecem uma peladinha de amigos, guardas-rede avançados, jogadores sem equipamento oficial, principais favoritos ausentes (o Brasil no voleibol, por exemplo), selecções com jogadores da terceira divisão, ou seja, esta coisa tem a sua piada, "ah e tal falamos todos a mesma língua" (mentira, na índia, Sri Lanka, Macau e Timor quase não lhe pegam), mas em termos desportivos, coisa mais fraquinha! Pode ser que a próxima edição no Brasil tenha mais piada, porque esta, bem, pelo menos é notícia na Silly Season!

PS: Ah, mas o Nélson Évora ganhou o triplo salto!

Futebolada


Primeiro torneio de futsal "Fado do Desgraçadinho", terça-feira, dia 21, em lugar a definir. Inscrições abertas até dia 13 de Julho, prémios para todos os participantes (uma garrafão de 5 litros de água chega para toda a gente?). Já agora, senhor possível participante, arranja bola e campo? Só nos falta isso para a jogatana, pormenores! Até terça!

Meteorologia e Tempo em Geral

Espaço ainda para o tempo que vai estar amanha, depois de amanha ou quando calhar. Assim sendo, vai haver seu limpo com tendência a ficar sujo da parte da tarde com possibilidades de aguaceiros se chover, o mar vai estar na zona de costume com tendência para molhar as praias, quanto ao vento vai estar da esquerda para a direita ou vice-versa, a humidade essa vai ser relativa, portanto cada pessoa pode ter a humidade que lhe apetecer. E esta foi a previsão do tempo, não percam as próximas previsões, porque nós também não.

Segunda-feira


Conselho do avô do Bruno para esta semana "quando fores mandar fazer um fato, encomenda umas calças que dêem para usar do avesso, assim vão a lavar menos vezes". Eu acho que é um óptimo conselho, nada melhor para começar bem a semana que um bom conselho. Hoje, marranço à fartazana, se quando for para a cama, deitar física e química pelos olhos, julgo estar no ponto, ainda que quando saírem as notas lá para o final do mês possa vir a ter uma opinião à modos que contrária. Semana do catano esta, amanhã, a já referida Física e Química, depois de amanhã vou mostrar os meus dotes enquanto biólogo e geólogo, e quinta-feira tenho encontro marcado com a minha conhecida de longa data Matemática, com a qual tenho uma bonita relação de amor ódio. Felizmente no fim de semana vou acampar (acho eu, nunca se sabe).
Pois bem, tenho o capítulo cor-de-rosa desta semana escrito, ainda que seja muito pouco interessante. Pode ser que amanhã acorde de melhor humor e finalmente escreva alguma coisa que tenha piada (ou não, nunca se sabe).

Untitled


Hoje não vou escrever nada... pronto já está! Amanhã há mais, isto é, desde que o dia do juízo final não seja hoje.

Hei-de te apanhar...

Bem, primeiro que tudo há para aí certas e determinadas pessoas que eu não vou dizer quem, mas é a Rita Almeida, que só comparecem ao trabalho, depois de notificadas pessoalmente pelos patrões, só para vos mostrar um pouquinho o quão profissional é esta rapariga.

Assuntos sobre empregadas não sindicalizadas à parte.

Gostava de saber se por acaso conhecem algum professor que tenha classificado com 9.4 um exame de Física e Química A, é que se conhecerem, deixem a morada se possível que é para eu posteriormente proceder ao seu homicídio. Pois, ter 9.4 quando se precisa de 9.5 é no mínimo f... rustrante. A sorte é que tenho a certeza que o professor que fez isto deve gostar tanto da sua vida como eu gosto dele, deve ser daquelas pessoas que não têm vida própria e gostam de gozar com os outros! Enfim, uns morrem, outros ficam assim, coitados, é a lei da vida, mas quem se lixou fui eu.

Agora resta-me pedir recurso, fazer a segunda fase, ou ir às "Tardes da Júlia" e outros que mais, fazer uma choradeira, entretanto, e como sei que o senhor Primeiro Ministro vê esse tipo de programas, pode ser que ele me dê logo o diploma de engenheiro. Vai-se a ver, com 9.4 ainda chego a ministro. Se mesmo assim nada disto resultar, terei que recorrer à "Oprah".

Bem, com isto tudo vou mas é mandar o currículo para o Mac...


Chega de moleza, toca a trabalhar

Olá pessoal, há quanto tempo...Bom, hoje saíram as tão esperadas notas dos exames, eu por acaso ainda não tinha conhecimento das minhas quando no telejornal da 13h estava a Dona Lurdinhas (Ministra da Educação) a justificar a descida da média nacional dos exames de Matemática para 10 valores, cuja média no ano passado era de 12.5 valores. Esta argumenta que a descida das notas se advém da polémica do ano anterior, devido ao facilitismo aplicado nos exames e que esta passou a ideia que este ano a história se iria repetir, e sendo assim os alunos aplicaram-se menos, dedicaram menos tempo ao estudo e os resultados obtidos estão à vista. Apesar de tudo o que aconteceu este ano no que diz respeito à educação, devido às novas reformas aplicadas pelo governo, que provocaram o descontentamento dos professores e alunos (as infinitas greves por todo o país), na minha opinião, desta vez a ministra tem alguma razão. As boas notas só se conseguem com esforço, dedicação e estudo, quem cumpriu com o seu dever de estudante teve a sua recompensa e quem se encostou aos acontecimentos de 2008 e ao facilitismo instaurado, não digo que se tenham tramado mas de certeza que não tiveram os resultados desejados. Ou seja, apesar do facilitismo, nada se consegue sem trabalho. A ministra também diz que os exames não são fáceis, são sim adequados ao programa. Adequados eles são, não havia lá nada de que não tivéssemos falado nas aulas, e os exames não eram assim tão fáceis (talvez eu seja uma das encostadas). Até parece que eu gosto da ministra ou que estou a defende-la, não, apenas acho que a senhora desta vez disse qualquer coisa que se aproveitasse. Se eu tiver a cair na conversa da ministra, por favor, abram-me os olhos.

Acção de solidariedade


Em solidariedade com certas e determinadas pessoas, afirmo aqui, uma considerável parte dos examinadores de exames nacionais de décimo segundo ano são uns cabrões. Digo já que é feio dar notas acabadas em quatro, especialmente 9,4. Aos senhores que não arredondam os quatros para cincos, que vos dê uma valente diarreia que vou deixe azuis ou roxos!

Dor de cotovelo! (diriam alguns)


Não é que eu me queira meter onde eu não sou chamado, mas ó Cristiano Ronaldo, só te ficava bem todas as noites, depois de despachares a rapariga do dia (isto faz-me lembrar aquela história dos calendários com os chocolatinhos, um por cada dia do advento), lavares os dentinhos, e antes de ires dormir, a começares a rezar a Nossa Senhora de Fátima, todos os dias, pela alminha que inventou o futebol, estás a ver? Havias de ser grande servente de pedreiro de não fosse a bola, o melhor do mundo, estou já a ver! Portanto, faz o que te digo, que hás-de ser doutor, estás a ouvir, ou muito me engano, ou um dia destes, uma qualquer Faculdade de Motricidade Humana te dá um doutoramento honoris causa.

"Espaço Maria"

"Fui à casa de banho dos homens, será que fiquei grávida?"
(Anónima)
Depende, o que fez na casa de banho exactamente?

"O meu namorado diz que estou gorda, não sei mais o que fazer."
(Anónima)
É fácil, recorra à Corporation Dermostética.

"Apanhei-a na cama com outro, o que faço?"
(Manuel Pinho)
Parabéns! É oficialmente cornudo. Agora basta arranjar uma arma, ler
o livro de instruções, e em seguida matar os dois (se não conseguir viver
com isso, então encoste a arma à sua própria testa, e pressione o gatilho,
vai sentir-se aliviado).

Quanto aos signos, esta será sem dúvida a semana do Touro.


(Para a semana voltamos com mais questões do foro sentimental, qualquer pergunta é só deixar comentário, e será respondida na próxima edição)

Para além de ganharem milhares, não podem ser críticados... Tadinhos!

Um jogador profissional de futebol na Colômbia não gostou dos protestos dos adeptos devido à sua má exibição, puxou da arma e pumba! Matou um adepto, fugindo de seguida! Parece incrível, mas os jogadores já fazem os trabalhos das claques? Repudiante é verdade, contudo para quem pensa que isto é do outro lado do mundo e não tem nada a ver connosco, não deixa de ser uma vida que se perde e uma moda que pode chegar aos nossos jogadores... Imaginem se isto chega aos ouvidos do Balboa? Ah pois, era melhor não irmos ao estádio, pois a vontade de o criticar negativamente é sempre tanta, que ele ía num caça para o jogo. Piadas mórbidas e secas à parte...
O nosso primeiro ministro é que ficou a pensar a candidatar-se à presidência do SLB, diz que uma vitória com mais de 90% dos votos servia para calar muita gente, pois é... Porque se Portugal lhe desse 90% dos votos, das duas uma:
A) Tudo excepto o governo tinha sido apanhado de surpresa pela gripe A;
B) Ou então o sistema de votação cá passava a ser tipo o Iraniano (se é que me faço entender).
Quem deve tar todo contente é o melhor do mundo, depois de 80.000 pessoas para assistir à sua apresentação... É realmente um recorde... Mas para quando ele a encher o estádio do Real só com ex-namoradas? Tipo "Nereidas" e "Paris". Fica o desafio.

Dica da Semana


O senhor leitor é uma das pessoas que ignora aquela publicidade ao Lidl disfarçada de jornal conhecida por Dica da Semana? Pois bem, saiba o senhor leitor que não sabe o que perde! Esta trás passatempos muito giros, daqueles tipo gala da RTP a um euro a SMS (descansem, já inclui IVA a 20 por cento), sopa de letras, palavras cruzadas, sudoku, anedotas muito giras, notícias faz de conta sobre tudo e mais alguma coisa. Este jornal é um mimo, até posso ficar a saber o que vai o Lidl vender para a semana; acho que vou comprar os ganchos autocolantes, a embalagem de seis a 1,49€, até porque não são uns ganchos desses de trazer por casa, são uns ganchos de excelente aderência com tiras adesivas de dupla face que suportam até 800 gramas, não sei é se compre também a pulseira com íman, muito útil para os biscates já que é uma pulseira de nylon elástica com fecho de velcro com um íman forte incorporado na parte de cima para pregos, parafusos e outras peças metálicas metálicas pequenas, mas se comprar é porque é bom, porque eu não deixo que me passem a perna. Fiquei também a saber que o atum posta em óleo vegetal NiXe está às 99 cêntimos as três latas de 80 gramas, a lata de cerveja Finkbräu de 33 centilitros a 26 cêntimos e o bife de frango assado ultracongelado Glenfell a 3 euros e 49 cêntimos a embalagem de 400 gramas. Nada mal para um supermercado alemão, pena cobrarem os sacos, mas o Pingo Doce agora também cobra, por isso não faz mal. Já agora, se ainda alguém dúvida da qualidade desta tal de Dica da Semana, desengana-se, este é o jornal com maior tiragem do país, ora este que aqui tenho na mão tem mais 3 025 652 manos, muitos com a nobre função de tapar os vidros de algum estabelecimento comercial à espera de ser trespassado, ou de ser o sítio onde o labrador bem treinado da vizinha de cima faz xixi. Nada mal para um jornal gratuito.

Marinaleda



Fiquei a saber, já há algum tempo através da Visão (nº 848 de 4 de Junho), que bem perto daqui, a cerca de 270 Km em linha recta, se encontra um reduto socialista - não socialista tipo o governo Sócrates, ou a câmara municipal comunista cá de Beja - antes socialista à moda antiga, tipo viva la revolución!
Trata-se de Marinaleda, município (ou ayuntamiento) andaluz, na vizinha Espanha, onde Che Guevara tem direito a dar o nome a uma rua, erigido em terras de um duque, que foram sucessivamente ocupadas pelos camponeses, até que o governo da comunidade da Andaluzia, farta da situação, decidiu expropriar 1200 ha. dessas, e entrega-las aos revoltosos. Nasceu assim esta localidade, de 2708 habitantes, segundo as estatísticas oficiais, governada desde a sua fundação pelo CUT (Colectivo de Unidad de los Trabajadores), partido de orientação Marxista-Leninista, sob o lema "A terra para quem a trabalha", na qual, citando o artigo, "a propriedade privada é um conceito muito relativo". Veja-se então, "os campos são comunitários; a maior parte das pessoas trabalha para a cooperativa; qualquer decisão (...) é debatida em assembleia do povo; as casas são de autoconstrução". Autoconstrução? Sim, Marinaleda tem uma forma muito peculiar de gerir o urbanismo, o El Mundo chama-lhe "o milagre de ser proprietário por 15 ao mês"; a autarquia cede o terreno, os materiais e o arquitecto, o inquilino entra com a mão-de-obra, sua ou contratada. No final a equação dá 36000€, preço simpático, a ser pago nas pequenas tranches já referidas. Fica-se com uma casa de 90 metros quadrados, mais 100 de pátio, três quartos e terraço na pacatez do campo. Nada mau para um renda de 15 euros, mas sabendo que a escritura só é entregue no final de tudo estar pago, pelas minhas contas demora 200 anos até a casa ser de quem lá realmente vive (ou vivia?). Sempre dá para a descendência, penso eu!
Assim sendo, Marinaleda torna-se inveja de toda a vizinhança: sem hipotecas, sem especulação imobiliária, sem crises financeiras, sem classes sociais, sem polícia, local onde o emprego é praticamente garantido, o voluntariado é mais que comum, aliás, é através deste que funciona boa parte da vila, possuí infantário a preços módicos, escola secundária, pavilhão desportivo, dois campos de futebol, quatro de ténis, um de basquetebol, outro de padel (espécie de mistura entre o ténis e o squash), piscina... Isto torna a terra quase num "paraíso", mas como toda a gente sabe, nem tudo é um mar de rosas, é que o comunismo tem das suas, infelizmente este não passa de uma utopia, por muito bom que ele possa ser, nunca há-de ser algo que possa ser efectivamente aplicado. Isto faz-me lembrar a revolução cubana, muito boas intenções, mas o Fidel prometia eleições livres e justas aquando da formação do movimento 26 de Julho, e até hoje, toda a gente ainda esta à espera delas.
Aos marinalenhos é lhes pedido para abdicarem "voluntariamente" do seu único dia de descanso em prol da comunidade, o que parece um acto nobre, pode pelo outro lado ser também ser considerado exploração fácil, é também "voluntariamente" que se pede ao povo que participe na assembleia, onde se tomam as decisões, porém, quem não se voluntariar pode vir a sofrer represálias, como não conseguir arranjar trabalho na cooperativa, controlada pelo alcaide (presidente da câmara) Sánchez Gordillo, no cargo desde sempre, com maioria absoluta em todos os mandatos. Segundo a oposição, constituída por um único partido, o PSOE, nas palavras de um dos vereadores que conseguiu eleger, "a democracia ainda não chegou aqui" [referindo-se à sua vila], discrimina-se quem não segue a ideologia no poder, bem, o normal, quando se fala do martelo e da foice, restrição das liberdades pessoais. Parece quase a conversa da extrema-direita, "prefiro a segurança à democracia", enquanto que os comunistas dizem o mesmo, mas trocam a palavra segurança pela palavra trabalho. Conduto acho esta situação caricata, e passa a ser um dos sítios a visitar! Cuba também era giro, isto do comunismo deu-lhe aquele charme da decadência, e se por acaso o nosso el comandante Castro morre, perde muita da piada que tem, mas se calhar é mais fácil ir a Marinaleda.

Mais sobre o assunto:
Página oficial do Ayuntamiento de Marinaleda
Artigo no The New York Times
Post no blog Y por qué no?

Contar os trocos


Não é que afinal isto do Adsense dá dinheiro! É verdade, recebi 98 cêntimos do depósito teste, eles chulos já mo descontaram da conta, mas pelo menos este já está garantido, deu para o café, e os 0,38 restantes ficam a ganhar juros. Isto é que é pensar a longo prazo, até porque, estou cá desconfiado, notícias do Google já só as devo receber outra vez algures na altura em que o Madoff sair da prisão, o que até calha bem, é da maneira que já sei onde é que o vou investir. Vamos ficar ricos camaradas!

Acerca da tourada, take 2


Ainda sobre a tourada, palhaçada, circo, o que quer que se queira chamar à assembleia que nos representa, acho que, por muito mal este governo tenha feito, e muito feio tenha sido o gesto do do ex-ministro, os mais mal educados daquela coisa são mesmo os deputados do PC, aquele Bernardino Soares então, ui, dá-me úlceras!

Português que é português, chateia um espanhol pelo menos uma vez (V)


Portanto hoje, para ver se me livro da tal palizada, hoje a rubrica muda o nome para "espanhol que é espanhol, chateia um português pelo menos uma vez", o que não deixa de ser verdade, ainda andava o D. Afonso Henriques aí para as curvas e já isto era uma facto;




E o que eles nos chatearam quando isto foi hit de Verão, irra!

Uma espécie de novilhada


Eu sempre ouvi falar na assembleia da república como uma espécie de circo, afinal não, é uma novilhada. Pena o novilho se ter demitido, têm que arranjar outro, que o povo português até gosta das artes tauromáquicas!

EH TOURO LINDO!

Este país anda cada vez mais parecido a uma tourada! O que foi firmemente comprovado esta tarde no debate que ocorreu entre governo e oposição na assembleia geral da republica. Ora o ministro Manuel Pinho, talvez goste ou talvez não, mas colocou as mãos em forma de "chifres" na sua própria cabeça... Não sei se isto era uma mensagem para Francisco Louçã ou uma indirecta para a esposa do referido ministro?! Contudo, este gesto, que levou ao pedido de demissão por parte do ministro responsável, é acima de tudo uma vergonha para o país... E andámos nós a gozar com o Rei espanhol... A sorte é que tal não dá para fazer uma música, senão... Esta país está cada vez pior, então com responsáveis destes, enfim. É verdade que o debate estava a ser muito cansativo, e que a oposição como o governo não estavam a dizer nada que lhes valesse, e até que as demagogias do Sr. Jerónimo às vezes dão uma certa vontade de fazer gestos obscenos, mas um Ministro? Isso no futebol era processo disciplinar...

Bem e assim continua este país que anda a brincar aos políticos, eu só me pergunto, para quando Manuel Pinho no "Campo Pequeno"? Só falta pertencer a uma ganadaria...


Não é que o "5 para a meia-noite" tenha vídeos engraçados, mas este até lhes saiu bem...




Depois de um post sério tinha que vir um estúpido...

Fica aqui um vídeo do "5 para a meia-noite", onde retrata mais ou menos ("hiperbolicamente") o povo português em questão de interesses...

(Já agora quem não conhece o programa, aconselho...)

Uma questão de mérito


Hoje no Correio da Manhã vem uma notícia com o seguinte título, "Alunos vendiam droga na escola", e como ante-título tinha "GNR prende dois alunos de mérito em escola secundária". O que isto dá a entender ao leitor é que os coitadinhos dos meninos só traficariam por motivos de maior, afinal são alunos de mérito, que falta de sensibilidade dos militares que os engaiolaram! Coitadinhos a porra, mas adiante, também deixa transparecer que isto das drogas é coisa rara nas escola, sim, concordo, só duvido é que exista estabelecimento de ensino secundário neste país que não tenha pelo menos um traficante, na melhor das sortes, isto sem contar profissionais, básicas e superior, que são ligas à parte, mas também devem ter muito trabalhador-estudante a trabalhar nesta área, ainda que nem sempre requeiram o tal estatuto.
Já agora, para deixar tudo em pratos limpos, no início da notícia citada, vem escrito, "Eram ambos alunos de mérito em cursos técnicos da Escola Secundária de Santa Maria", ah, está tudo explicado, quem não é aluno de mérito num curso deste género? Ninguém bolas! São dos tais que são pagos para ir à escola (e os valores pagos não são tão simbólicos quanto isso). Só para acentuar a meritosidade destes dois alunos - ou presidiários, não sei, visto que hoje em dia está muito na moda o termo de identidade e residência - são "dois jovens de 18 e 19 anos", isto significa que já chumbaram uma vez ou duas. Rico mérito! Mas pronto, tirei-lhes o mérito, mas dou-lhes o trabalhdores, afinal de contas, a guarda apreendeu-lhes 30000 euros, tiveram que dar ao litro! Para concluir, quando for grande quero ser traficante, se não me conseguir tornar num, quero ser jornalista, para escrever preciosidades destas.

Já havia necessidade

Uma revista de cinema online que visito regularmente é a take, muito boa por sinal. E estava eu na minha paz de alma a folheá-la, quando me deparo com o DVD do Herman Enciclopédia. É verdade…editaram esta grande série dos anos 90 em DVD no passado dia 25 de Junho. Quem é que não se lembra do provedor do programa, Diácono Remédios, e da sua célebre frase “Não havia necessidade”, do Melga e do Mike no MELGASHOP, ou da Super Tia? A verdade, é que já havia necessidade de trazer outra vez ao grande público esta série (apesar de esta passar regularmente na RTP Memória), que foi com certeza um dos pontos mais altos da carreira do Herman José (tal como a Roda da Sorte…). Além do mais, tem um catita capa, que fica tão bem em qualquer estante a fazer companhia a Os Mais. Imperdível. Até já participei num passatempo, para ver se ganho isto. Mas com a sorte que tenho, o mais certo é ter de abrir os "cordões à bolsa".

Se quiserem ver alguns sketch, dirijam-se ao youtube. Assim escuso de pôr aqui um vídeo. Tá bom?

As máscaras são bonitas, mas só na boca da Manuela Moura Guedes...

Cada vez aparecem mais casos de Gripe A em Portugal (Tendo já sido confirmados pelo menos 23) e no mundo. Ou seja, já não é só quem viaja para as chamadas zonas de risco que está sobre pena de ser contaminado, agora qualquer pessoa pode vir a ser contaminada sem se deslocar para fora de Portugal. Mas o que me preocupa sobretudo é mais os casos de “Gripe A psicológica”, e acreditem que vão ser muitos! Quando chegar a época das gripes, qualquer “atchiiiin santinho” vai ser razão para irmos a correr para o hospital e fugir tudo o quanto é pessoa num raio de 30m. Por isso, aqui vai um conselho: Se espirrarem não digam “atchiiiin santinho”, se disserem, disfarcem e digam que têm alergia a qualquer coisa (não diga que é aos porcos, é um mau exemplo), depois senão souberem quais são os sintomas desta gripe, pesquisem na Internet (ou então vejam a RTP1 à terça à noite em vez das novelas, sempre aprendem alguma coisa) e reparem que os sintomas da gripe A não incluem apenas um simples espirro. Não entrem em pânico, senão qualquer dia as máscaras para a boca e nariz passam a ser uma peça de vestuário obrigatória, se bem que se a Manuel Moura Guedes usa-se uma, não lhe ficava nada mal não…
Mas mesmo assim continuo convicto que a afluência às farmácias para comprar Tamiflu vai ser quase tão elevada como a afluência ao estádio do R.Madrid na próxima segunda-feira, dia em que se regista a apresentação oficial do Ronaldo. Assim sendo, não vai haver Tamiflu para quem realmente precisa, e porquê? Porque alguém com a mania de que é médico, se auto-diagnosticou! Mas meus amigos, as médias para serem médicos são bastante altas por algum motivo…

Quem parece que tem algum tipo de vírus é o Benfica, agora andam a brincar às eleições dentro do clube? E nem o Tamiflu resolve isto… Será que há máscaras para nos protegermos do Bruno Carvalho?

A propósito...


A propósito de nada, alguém sabe se as bibliotecas públicas cobram multas se entregar um livro com muito atraso? Ainda só está um mês fora de prazo, pode ser que eles não façam caso!

Coisas da Internet


Algumas das palavras chave que os internautas usam para chegar a este antro: "filomena cautela seios", "maduros e peludos", "duxe das mulheres" e "seios". Não é que estes googlers não sejam bem-vindos, mas acho que ficaram desiludidos com o conteúdo do blog.

Martini



Jasus! Coisa mais horrível essa, pelo amor à santa, senhores políticos, ilegalizem o consumo, posse e venda destas bebidas psicotrópicas, os vermutes, responsáveis por inúmeras ressacas de morte ao longo das eras. É que, senhores políticos, não sei se andam a brincar às leis se não, eu sei que agora andam entretidos com os legos para ver se fazem umas pontes, estradas e mais não sei o quê para depois terem onde brincar com os vossos playmobiles, barbies e bonecos que se lhes pareçam (hoje em dia as crianças brincam com computadores, consolas e cartões de crédito, se querem que vos diga, se vocês fizessem o mesmo talvez não estragassem tanto), mas por favor, pelo bem da nossa sociedade ilegalizem o Martini! Porra Sócrates agora estou a falar, deixa a Manuela brincar com os carrinhos também, sejam amigos, oh, não garreiem pá, mas não me ouvem? Vá, façam lá as pazes, já está, posso falar? Pronto, estava a dizer, façam do Martini uma coisa ilegal, afinal, se não se pode fumar maconha, e basta olhar para o Francisco Louçã para ver que mal não faz, também não se devia poder beber martinis, sejam eles biancos, rossos ou outra qualquer qualidade deste que se venda, até porque fazem mais mal que uma qualquer haxixe.

Afinal o Madoff foi preso ou foi assassinado?



Ele há cá com cada uma... Afinal o Madoff é primo do Mostro das bolachas.

Escrevo sobre o que penso que percebo

Olá a todos! Já podia ter sido ontem, mas apresento-me hoje ao primeiro dia de "trabalho" e neste 1º post queria deixar aqui uma piquena apresentação sobre aquilo a que me proponho fazer. Os assuntos que mais me interessam são, nomeadamente, alguns, mas se der ao caso, também falo de outras coisas. Agora mais a sério, aquilo que mais me desperta a atenção são o cinema e música, e estes são os temas em que mais me focarei.

Neste tipo de coisas não podem faltar as malditas promessas. Para este meu mandato (parece que é por 10 épocas) as únicas coisas que posso prometer são: muita parvoíce e textos fraquinhos. No entanto vou fazer o meu melhor, e espero que nem o Miguel nem o Vasco se arrependam disto, caso contrário procederão de imediato ao cancelamento do contrato e deixarei de receber os ditos 20euros por década. Nessa altura, obrigar-me-ei a mendigar no jardim da cooperativa e aos fins de semana poder-me-ão encontrar nas Portas de Mértola.

Pronto, é tudo. Fiquem bem.

E agora apetecia-me dizer isto: estou farta que as formigas me roubem o açúcar!

Pedido ao público (Maneira simpática de descrever uma ordem)!

Apesar das muitas visitas que temos (vá algumas), não temos comments, por isso se fazem favor toca a comentar, nem que seja para dizer mal, mas comentem! Comentar não paga impostos, não faz mal ao figado, não é cancerisno e não dá dinheiro a nenhum anunciante! Vá lá eu sei que estás com vontade de me chamar burro, mas não guardes isso para ti: Clica onde diz comentário, escolhe um perfil, pode ser anónimo, e deita isso cá para fora, tá bom?