¡Tequila, mi sombrero y yo!



Este verão já sei para onde vou de férias: para o México! As praias continuam lá, os hotéis continuam lá, até os coqueiros lá continuam a estar, e como há menos procura, também há mais cocos! Com esse negócio da gripe passou a ser um destino riscado, mas agora é que está bom, pouca confusão, e principalmente preços baixos, segundo consta os preços dos resorts chegam a estar 70% mais baixos, e existem inclusive grupos hoteleiros que se comprometem a pagar as férias nos três anos seguintes caso o cliente contraia a gripe A. Portanto, o que é que eu ainda aqui estou a fazer aqui, eu quero é ir para o México! Aliás, aposto mil contos de réis em como haveria algum judeu que enquanto lá estivesse ia de propósito procurar um mariachi resfriado que lhe pegasse a maleita só para ter férias de borla nos anos que se seguissem, afinal, a doença não é nada que uma caixa de Tamiflu não resolva, no entanto a crise está aí e não é todos os anos que se pode ter umas férias como deve ser. Portanto, se está indeciso, escolha o México, afinal de contas, para além de serem quinze dias bem passados, é um investimento com futuro, garantido. Aliás um bom slogan que o pessoal do turismo mexicano poderia usar seria qualquer coisa como "México, as férias que se pagam sozinhas". Já agora, que fiquei na dúvida, em caso de contracção da doença eles pagam as próximas férias e tratamentos, e repatriamento de cadáveres, será que também fazem? Essa de gripe suína às vezes também tem curas dessas.

Sem comentários:

Enviar um comentário