"Sr. Bastonário Vs. Tomates Podres"

Bem, primeiro que tudo, vou tentar não fazer um post parecido ao do Vasco... Não sei é se consigo.
Queria falar do senhor Bastonário da ordem dos advogados, que por acaso foi na sexta feira passada ao jornal de sexta-feira da TVI, que por acaso é apresentado por "essa grande" senhora que é a Manuela Moura Guedes, grande senhora... e grande boca também, passe a expressão, claro, pois esta senhora não consegue dizer 10 palavras sem sairem onze asneiras. Não é que com isto queira hiperbolizar (já armar-me, para dizer que sei figuras de estilo), apenas estou a dar uma modesta opinião, que vai na volta até é bastante consensual. É melhor começar a escrever o que quero enquanto estão a ler isto, ou então enquanto há liberdade de expressãoX(acrescentar: , não vá o PSD ganhar as eleições, e então voltamos ao fascismo!). Não sei se viram o telejornal acima referido ou até os "prós-e-contras" desta semana, onde para mim o Sr. António Marinho Pinto brilhou, primeiro ao dizer umas quantas verdades aquela péssima jornalista que é a Manuela Moura Guedes (ainda a TVI fala em cunhas e cunhinhas, mas não sei se já repararam, ela só lá está porque é esposa do director). Depois nesta segunda-feira foi aplaudido de pé por uns, e muito criticado por outros. Continuo sem perceber este país, o senhor diz umas verdades, e é crucificado em praça publica. O que leva a crer que convém é encobrir "os tomates podres", mais vale não falar em maçãs, porque já vimos que há quem não goste destas áreas de fluricultura. Ora, o senhor diz que há advogados corruptos, que ajudam clientes a cometer crimes, pergunta porque é que um escritório é escolhido pelo estado sem ir a concurso, tira os previlégios de preferência aos advogados e acaba com os cartões de crédito da ordem. Realmente é de louvar este senhor, o problema é que os "visados" sairam logo todos da toca: Os corruptos, os do "Tal Escritório", os que gostavam de passar à frente nas filas e aqueles que tanto gostavam dos cartões de crédito. Acusam o senhor de estar contra a ordem, que difama os advogados, mas eu apenas vejo que o "Homem" tocou nos pontos mais cruciais, ele fez o que já devia ter sido feito, e aliás, acho que é uma grande pessoa ao fazer tudo o que fez. Enfim, é o país que temos, mais vale não denunciar quem merece ser denunciado, senão ainda acabamos mal, muitos mal, contudo fico feliz por ver que há pessoas que ainda acreditam na verdade e apoiam esta bastonário! Infeliz fico, por cada vez mais as televisões apostarem na parcialidade e naquelas tão amadas novelas, em vez de apostarem numa informação de qualidade.

Maçãs Podres há muitas, mas o pior não são essas maças, mas sim a "mosca da fruta".


(Créditos da imagem: Público)

Sem comentários:

Enviar um comentário