Europeias



Em Portugal ganha o PSD, e inicia-se graças à má escolha do Vital para cabeça de lista, espero eu, o declínio do PS e consequentemente do Sócrates.
No Reino Unido os trabalhistas são humilhados e passam a terceira força política, na Europa de leste assiste-se ao crescimento da extrema-direita, em Espanha o PP sobe ao primeiro lugar e destrona o PSOE, e surpresa das surpresas, o Partido Pirata - impulsionado principalmente pela condenação judicial dos responsáveis do PirateBay - que defende a abolição do copyright do software, despenalização da partilha de ficheiros protegidos pela Internet, e afins, consegue 7,1% dos votos e elege um eurodeputado.


Cá em Beja (município), como já é normal, ganham os comunistas:


Sem comentários:

Enviar um comentário