A cruz suástica até é gira, mas gosto mais de bifes!


Em vez de me andar a preparar para os exames, ando para aqui a escrever coisas que ninguém lê, enfim, por este andar, para o ano em vez de entrar na universidade, dedico-me a escrever em blogs.

O SLB vai a eleições no dia 3 de Julho. O Vieira devia ter a mesma sorte que o Sócrates teve, devia levar uma nega! Anda vergonhosa a direcção do meu Benfica, e a direcção desta "União Europeia". Não sei se sabem, mas em cada 6 deputados eleitos para o parlamento Europeu, pelo menos 1 é Xenófobo/Racista/Anti-Europeu. Ora é muito bonito dizer que isto é por sistema de voto, e as pessoas é que decidem quem é que nos governa, a questão é: Que sentido tem eleger Anti-Europeístas para o parlamento da EUROPA? Que sentido tem escolher xenófobos para dialogar com ESTRANGEIROS? Que sentido tem escolher racistas para uma união que se diz igual e que luta pelos "DIREITOS DO HOMEM"? Para mim não tem qualquer sentido, mas as autoridades Europeias que se preocupem, pois o PNR (extrema direita), esquerdistas anti-Europeístas e outros partidos de fundamentos semelhantes ganharam bastante "presença" nestas europeias. Não é que eu tenha alguma coisa contra eles, para mim cada um é livre de pensar o que quiser, agora é inadmissível que partidos com ideais como os deles se candidatem ao parlamento europeu: 1º porque eles próprios estão a ser hipócritas 2º porque pensava que a Europa tinha abolido o Nazismo há algum tempo. Felizmente em Portugal quase ninguém lhes liga, se bem que 680 votos no PNR já vão preocupando! Mas veja-se, eles é mais do género: "Nós não somos racistas nem xenófobos, só não gostamos é dos alemães, porque prometeram acabar com os Judeus, e acabaram por fazer o trabalho dum preto" ou "Nós Nazis?! Que parvoíce! Só tenho a cruz suástica tatuada nas costas porque fica giro" . Acho isto intolerável! E espero para ver como o parlamento europeu vai lidar com "gente desta", só espero é que devido a uma emergente crise social, este tipo de "partidos" não ganhe cada vez mais expressão.

(Já agora espero que não me aconteça a mim o que aconteceu a umas quantas pessoas, que por criticarem a extrema direita, quase tiveram que fugir do país)

Sem comentários:

Enviar um comentário